Capa » Notícias » Comunidades » Sortes diferentes para os candidatos luso-americanos a votos esta terça-feira

Sortes diferentes para os candidatos luso-americanos a votos esta terça-feira

Esta terça-feira foi dia de eleições regionais em alguns estados dos Estados Unidos, com vários candidatos luso-americanos a irem a votos tanto em New Jersey como em Nova Iorque ou Connecticut.

A nível estatal o dia ficou marcado pela vitória, por larga margem, de Phil Murphy sobre Kim Guadagno. Na corrida ao cargo de Governador de New Jersey, o democrata recolheu 55.5 por cento dos votos dos eleitores votantes, contra 42.5 por cento da democrata, ex-vice governadora na equipa governativa de Chris Christie.

Por exemplo, no Condado de Essex, do qual Newark é a capital, Murphy teve 121 mil votos contra apenas 28 mil de Guadagno.

Ainda em New Jersey, a luso-americana Eliana Pintor Marin concorreu pela reeleição como membro da Assembleia Legislativa do estado. A democrata acabou por conseguir ser reeleita pelo 29o distrito, reunindo a preferência de 45 por cento dos eleitores votantes.

Na cidade de Carteret, New Jersey, Samuel Quintino concorreu ao cargo de vereador pelo Partido Republicano. Com apenas 677 votos, o luso-americano não conseguiu a eleição para nenhum dos dois lugares em aberto.

Sorte semelhante teve o democrata Rick de Pinho, que também concorria ao cargo de vereador na cidade de Warren Township, New Jersey. O candidato de origem portuguesa conseguiu cerca de 1800 votos, ficando a pouco mais de 800 da eleição.

Uma diferença bem menor acabou por ditar a derrota de Álvaro Medeiros na corrida à vereação na cidade de Berkeley Heights, New Jersey. O luso-americano, que concorreu pelo Partido Democrata, ficou a pouco mais de meia centena de votos de ocupar um dos dois lugares em disputa.

Sandra Coira, candidata democrata a um lugar na vereação da cidade de Oakland, New Jersey, não teve sorte diferente. A luso-americana com raízes em Viana do Castelo viu os dois lugares em aberto serem preenchidos pelos dois candidatos republicanos que conseguiram, cada um, quase dois mil votos.

A concorrer pela reeleição para o Conselho Escolar da cidade de Elizabeth, Maria Carvalho, atual vice-presidente desse organismo educativo conseguiu o objetivo. A luso-americana foi mesmo a mais votada dos oito candidatos, com mais de 3 mil e 600 votos, conquistando um dos três lugares em aberto.

Em Nova Iorque, o ex-senador estadual Jack Martins perdeu a eleição ao cargo de Administrador Executivo do Condado de Nassau. Recorde-se que o republicano já tinha falhado a eleição para o Congresso dos Estados Unidos, em novembro de 2016. Esta terça-feira, o luso-americano ficou a cerca de 8 mil votos da candidata democrata, Laura Curran, que reuniu 51 por cento da preferência dos eleitores votantes, contra 48 por cento de Martins.

Nota também para Janice Duarte, que fez história ao tornar-se na primeira luso-americana eleita vereadora em todo o Estado de Nova Iorque. No Condado de Westchester, concorrendo com o apoio dos partidos Democrata e Independente, Janice Duarte conseguiu a eleição para vereadora na cidade de Mt. Vernon, reunindo a preferência de 27 por cento dos eleitores votantes.

Em East Hampton, Nova Iorque, Manuel Vilar concorreu pelo cargo de supervisor da cidade, o equivalente a mayor (ou presidente da câmara). O luso-americano, candidato do Partido Republicano, obteve 2 mil 301 votos, contra os 3 mil 652 do vencedor, o republicano Peter Van Scoyoc.

Em Connecticut também houveram luso-americanos na corrida eleitoral desta terça-feira. Na cidade de Danbury, onde existe uma comunidade portuguesa considerável, Al Almeida concorreu ao cargo de mayor contra o atual presidente do município. O luso-americano, que concorreu pelo Partido Democrata, perdeu as eleições face ao republicano Mark Boughton, com 4 mil 449 votos contra 7 mil 769.

Em Naugatuck, Jack de Oliveira, de apenas 24 anos conseguiu a eleição para o Conselho Municipal com mil 664 votos. A concorrer pelo Partido Republicano, o luso-americano ficou próximo da candidata mais votada, a democrata Laurie Taf Jackson, que com mil 812 votos acabou por ser eleita “deputy mayor”.

Ainda no Estado de Connecticut, o republicano Manny Santos foi o quarto candidato mais votado  na corrida ao cargo de vereador “at large” na cidade de Meriden. Santos teve apenas 404 votos, ficando a longa distância dos 3 mil 984 que elegeram um dos dois vereadores democratas.

Finalmente, na cidade de Bristol, Connecticut, Joshua Medeiros concorreu pelo Partido Democrata ao cargo de vereador do distrito 1 da cidade. O luso-americano conseguiu 2 mil 446 votos, e irá ocupar um dos dois lugares em aberto.