Capa » Notícias » Internacional » México/Sismo: 42 mortes no Estado de Morelos, governador

México/Sismo: 42 mortes no Estado de Morelos, governador

Pelo menos 42 pessoas morreram hoje no estado de Morelos, no México, depois do sismo de 7,1 na escala de Richter com epicentro localizado neste estado central, afirmou o governador local.

O governador de Morelos, Graco Ramirez, afirmou que das 42 vitimas mortais, 12 morreram na cidade de Jojutla e quatro em Cuernavaca, capital do estado, uma cidade com cerca de 350 mil habitantes.

A estes juntam-se dois outros mortos confirmados na Cidade do México, segundo o governador do Estado do México.

Alfredo del Mazo afirmou à estação televisiva “Televisa” que uma das vítimas mortais é um trabalhador de uma pedreira que foi atingido depois do sismo ter provocado um deslizamento de pedras, enquanto a outra morreu ao ser atingida por um poste.

As estações televisivas mexicanas estão a mostrar imagens de vários edifícios a colapsar, com o presidente da autarquia da Cidade do México, Miguel Angel Mancera, a afirmar que existe a confirmação de pessoas presas no interior dos edifícios que colapsaram.

O autarca afirmou à mesma estação televisiva que mais de 20 infraestruturas, incluindo edifícios e viadutos, colapsaram ou sofreram sérios danos.

O aeroporto internacional da Cidade do México já anunciou, nas redes sociais, que suspendeu as operações devido ao sismo, com o pessoal do aeroporto a verificar se a infraestrutura sofreu alguns danos estruturais.

O governador de Puebla, Tony Gali, afirmou que também existem danos em edifícios na cidade de Cholula, incluído uma igreja.

Este sismo acontece no dia em que se completam 32 anos desde que um poderoso terramoto deixou milhares de mortes na Cidade do México.

Os cidadãos saíram à rua duas horas antes do sismo de hoje para um simulacro que marcava esse terramoto de 1985.

 

AJO // ARA

Lusa/Fim