Capa » Notícias » Cultura » Katty Xiomara diz que New York Fashion Week é “montra” para aumentar vendas

Katty Xiomara diz que New York Fashion Week é “montra” para aumentar vendas

Várias centenas de pessoas aplaudiram segunda-feira, na New York Fashion Week, a nova coleção primavera/verão 2018 da ‘designer’ Katty Xiomara, que acredita que Nova Iorque é “uma montra para o mundo” para conseguir aumentar vendas.

“Nova Iorque, como outras cidades, como Paris ou Londres, acabam por ser uma boa plataforma para explorar o mundo lá fora. A ideia de Nova Iorque acaba por ser uma grande montra”, declarou à Lusa a ‘designer’ portuguesa, alguns minutos antes de apresentar nos Pier 59 Studios, na margem do rio Hudson, a sua nova coleção denominada “Parachute Trip”, com 47 coordenados femininos.

Padrões com flamingos atrevidos com “meias de rede e saltos altos, palmeiras, ‘cocktails’, inscrições onde se lê ‘love’ (amor), ‘crush’ (paixão), ‘Parachute trip’ (viagem de paraquedas), manequins com óculos de aviador a desfilar num ambiente de festa e diversão, com tecidos fluidos em cores “doces”, designadamente tonalidades de rosa, laranja, salmão, azul-turquesa, mas também alguns tons metálicos, brancos e pretos, compõem a nova coleção de Katty Xiomara que se inspirou no universo do Art Deco District na praia de Miami dos EUA.

Em entrevista à agência Lusa, Katty Xiomara refere que os desfiles em grandes capitais da moda, como é o caso de Nova Iorque, servem para conquistar também outros mercados internacionais, para além do norte-americano.

“O facto de mostrar uma coleção em Nova Iorque não conquista só o mercado norte-americano”, salienta, referindo que já tem alguns pontos de venda, mas que o objetivo é ter “melhores pontos de venda” para atrair diferentes consumidores.

“Queremos é, neste momento, ter pontos de venda melhoras, ou seja queremos atingir outro tipo de lojas que nos consigam também catapultar para outro tipo de clientes, para um consumidor final diferente”, designadamente através de “comunicação ‘online’Katty ”, com clientes que comprem produtos diferentes dos das lojas tradicionais, explica a criadora.

Katty Xiomara diz que, atualmente, não tem forma de quantificar os resultados positivos nas vendas diretas relacionadas com a participação da semana da moda de Nova Iorque nas duas últimas edições, mas o facto de começar a investir em desfiles e feiras “obviamente” que tem “algum resultado”.

A memória descritiva da coleção hoje apresentada, “Parachute Trip”, remete para um paraquedas que é levado pela “brisa caribenha” e escolhe como ponto de aterragem a praia de Miami, espaço rodeado pelo ‘design’ e pelo “humor das edificações que refletem o revivalismo” do movimento Art Deco e que é revelado nas edificações do bairro histórico de Miami dos anos 20 e 40 do século XX, explicou à Lusa a ‘designer’, que participou na semana da moda de Nova Iorque com o apoio do Portugal Fashion.

O Portugal Fashion, um projeto português da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE) para apoiar a moda portuguesa participou pela primeira vez na Semana da Moda de Nova Iorque no ano 2000, com desfiles, por exemplo, de Ana Salazar, Anabela Baldaque, Luís Buchinho, ou Alves/Gonçalves.

A próxima ação de internacionalização do PF é entre 17 e 18 de setembro em Londres, no Reino Unido, na semana da moda da capital britânica, com as criações de Alexandra Moura e uma ação de promocional do que é feito em Portugal em matéria de moda e ‘design’, envolvendo 13 projetos/marcas e com o apoio da Embaixada de Portugal em Londres e da AICEP.

Na página da Internet do Portugal 2020, na lista de operações aprovadas reportadas a 30 de novembro de 2016, pode ler-se que o Portugal Fashion teve um fundo total aprovado de oito milhões de euros, para o triénio 2015/2017, para “desenvolvimento e aplicação de novos modelos empresariais para as Pequenas e Médias Empresas, “especialmente no que respeita à internacionalização”.

A NYFW, que arrancou na quinta-feira passada, termina na próxima quarta-feira, dia 13, e ao longo do evento está prevista uma média de 30 a 50 desfiles por dia, onde passaram ou vão marcas como Mickael Kors, Alexander Wang, Jill Stuart, Calvin Klein, Desigual, Banana Republic + Olivia Palermo, Eva Longoria Collection.

 

CCM // JPF

Lusa/Fim